Apicultura para diversificar

06/06/2019

“Eu e meu irmão Claison, um ano mais novo do que eu, fomos jovens aprendizes do Instituto Crescer Legal em 2018. O curso fez com que percebêssemos as oportunidades que nós, jovens do meio rural, temos. Por meio do Programa de Aprendizagem, vimos que a propriedade da nossa família não depende só do tabaco e que dá para incrementar a renda com diversificação. Durante os estudos do curso, eu fiz um projeto de implantação de apicultura e coloquei em prática junto com meus pais. Atualmente temos 20 colmeias, sendo 17 em produção, e as abelhas estão dando lucro, pois já é possível se defender com o dinheiro do mel. Pretendo, daqui a alguns meses, fazer um curso para melhorar o manejo das colmeias. Também quero procurar a Emater de Sinimbu para me informar melhor sobre o que fazer para aumentar a produção. Eu tenho planos de ficar na atividade rural e, além da apicultura, assumir mais alguma parte do cultivo da propriedade já no ano que vem, caso eu não seja convocado para cumprir serviço no Exército.”

Cleiton da Siqueira, 17 anos, foi jovem aprendiz em 2018 do Programa de Aprendizagem Profissional Rural do Instituto Crescer Legal em Sinimbu (RS).

Últimas Histórias