Autonomia e liderança

10/12/2019

“A experiência da Dale Carnegie com os jovens do Instituto Crescer Legal foi uma oportunidade ímpar tanto para nossa equipe como para os jovens participantes. É extremamente gratificante ajudar jovens durante seu processo de desenvolvimento, pois eles são o futuro do nosso Brasil e também, são eles que farão a diferença no mundo. A parceria proporcionou aos jovens uma mudança comportamental e de mentalidade, onde eles abriram sua visão para o mundo e ao mesmo tempo, enxergaram as oportunidades nas propriedades. Não só enxergaram oportunidades profissionais, como passaram a ‘ver’ seus pais, entenderem seu modo de agir e, com isso, suas relações ficaram mais próximas e fortalecidas.
Auxiliar os jovens a ter autonomia e liderança desde tão cedo é um desafio e uma grande conquista. Todos temos radares dentro de nós, que detectam oportunidades, tarefas e valores, e esses radares só costumam se ativar quando geramos situações para os jovens que façam com que eles detectem o que precisam mudar no seu comportamento e nas suas atitudes, e com o tempo isso passa a fazer parte deles, os radares ficam ativos.
Desenvolver a liderança, faz com que se tornem proativos, trabalhem em equipe, e desenvolvam ainda mais seu olhar para o outro, porque isso é liderança, não é um olhar para si, e sim, para o próximo, despertando o seu melhor. É autonomia para assumirem o comando das suas vidas, não se acomodando na espera por uma oportunidade, e sim criando oportunidades e buscando seus objetivos de vida para atingir o sucesso que almejam. Por isso, acredito que é muito importante proporcionar aos jovens atividades de liderança e autonomia, pois isso fará parte de duas habilidades na sua trajetória profissional e pessoal.”

Beatriz Müller Vieira, 28 anos, trainer da Dale Carnegie, que proporcionou formação para egressos do Instituto Crescer Legal por meio do projeto Geração do Amanhã.

Últimas Histórias