Orgulho de fazer parte

“Ser jovem aprendiz me fez ter mais coragem e, também, responsabilidade sobre as coisas que eu faço. Durante o curso, passei a ter um olhar diferente sobre o mundo e isso ajudou na minha decisão de, no futuro, trabalhar na atividade rural com meus pais. Por isso, eu sinto orgulho de ter feito parte do Instituto e de representa-lo. Sempre que o grupo saía para eventos e viagens, usávamos uniforme e crachá, que era uma forma de nos identificarmos em locais movimentados e lotados e, também, de mostrar quem éramos. Em eventos como a Expoagro e a Expointer, as pessoas ficavam sabendo que fazíamos parte do programa inovador de aprendizes do campo e alguns elogiavam a iniciativa. Nos passeios, além de nos identificarmos como grupo, também nos entrosávamos mais e ficávamos sabendo dos interesse individuais de cada colega, reforçando as amizades.”

Paloma dos Santos Martins, 17 anos, foi jovem aprendiz em 2018 do Programa de Aprendizagem Profissional Rural do Instituto Crescer Legal em Candelária (RS).

Últimas Histórias