Voltar

Jovem aprendiz do Instituto Crescer Legal é premiada em Porto Alegre

07.11.2019

Novembro 2019 – Uma jovem aprendiz do Instituto Crescer Legal teve seu verso premiado com a terceira colocação no Concurso Literário e de Imagens para Aprendizes do Rio Grande do Sul promovido pela Superintendência Regional do Trabalho e Emprego (SRT/RS), juntamente com o Fórum Gaúcho de Aprendizagem Profissional (FOGAP) e o Fórum Estadual de Prevenção e Erradicação do Trabalho Infantil e Proteção ao Trabalhador Adolescente (FEPETI).

O concurso contou com duas etapas classificatórias: a primeira dentro da entidade formadora, que selecionou 15 entre os 126 trabalhos inscritos; e a segunda conduzida pelo FOGAP, que classificou os três melhores trabalhos em cada categoria. Participaram do concurso diversos aprendizes dos cursos de formação profissional das entidades formadoras do Rio Grande do Sul.

Talita Rodrigues Martini, 17 anos, moradora de Boqueirão do Leão (RS), foi premiada na categoria Verso. Participante do curso de Gestão Rural e Empreendedorismo do Instituto Crescer Legal, a jovem utilizou como tema o trabalho infantil, em obra que intitulou como Meia Infância.

Este e outros 14 trabalhos de jovens aprendizes do Instituto fazem agora parte do livro “Aprendizagem e Erradicação do Trabalho Infantil em prosa, verso & imagem”, editado pelo FOGAP, cujo lançamento ocorreu nesta quarta-feira, 06 de novembro, na programação da 65ª Feira do Livro de Porto Alegre com a participação dos aprendizes vencedores e apresentação da Orquestra Jovem do RS.

Os 15 jovens autores acompanharam a premiação da colega e também participaram do lançamento do livro, junto com educadores do Instituto Crescer Legal. Segundo a gerente do Instituto, Nádia Fengler Solf, os jovens são estimulados a participar do concurso. “O concurso já faz parte do nosso currículo. Os educadores capitalizam pedagogicamente, com oficinas literárias e até mesmo discussão sobre direito de imagem. Participamos desde 2016, quando também tivemos uma jovem premiada”, comenta.

CONCURSO LITERÁRIO E DE IMAGENS PARA APRENDIZES [PREMIADOS]

VERSO

1º Lugar: Prece, de Gabriel Oliveira Medeiros (Projeto Caxias do Sul/RS)

2º Lugar: Famosas Leis, de Lucas Eduardo Ribeiro da Mota (SENAT – Caxias do Sul/RS)

3º Lugar: Mela Infância, de Talita Rodrigues Martini (Instituto Crescer Legal – Santa Cruz do Sul/RS)

 

IMAGEM

1º Lugar: Nathalia Barboza Silveira (ESPRO – Porto Alegre/RS)

2º Lugar: Margarete Machado dos Santos (SENAC – Farroupilha/RS)

3º Lugar: Aliny Gomes da Silveira (Calábria – Porto Alegre/RS)

 

PROSA

1º Lugar: Vida x Aprendizagem, de Samara Caroline Riffel Martins (SETREM – Três de Maio/RS)

2º Lugar: Aprender, de Natalia Barbosa da Rosa (RENAPSI – Porto Alegre/RS)

3ºLugar: Trabalho Infantil e Educação, de Giovana Horne Zorzo (RENAPSI – Porto Alegre/RS)

 

Meia infância [Talita Rodrigues Martini]

Em pelo século XXI

Ainda existe escravidão

Crianças trabalham pesado

Buscando alguma solução

 

Dizem que a necessidade é a culpada

Mas é preciso entender

Que quando crianças trabalham

Em sua aprendizagem falham

 

O que vão fazer quando crescer?

Uma infância interrompida

Mas ainda há solução

Ela pode trabalhar

 

Com um caderno e uma caneta na mão!

Vamos nos responsabilizar

Por que pôr uma criança para trabalhar?

Se podemos alfabetizar e ensinar.

 

A solução de tudo

É o aprendizado e conscientização

Ao ver crianças trabalhando

Denuncie, não aceite isso não.

 

 

 

JOVENS DO INSTITUTO CRESCER LEGAL QUE FAZEM PARTE DO LIVRO

VERSO

Felipe Eduardo Chemin, Boqueirão do Leão (Oportunidade)

Guilherme Ervino Schroeder, Vera Cruz (A Criança)

Guilherme Linhares da Silva, Passo do Sobrado (Infância: tempo de sonhar)

Paula Daniela de Melo Borghetto, Boqueirão do Leão (Menina de Rua)

Talita Rodrigues Martini, Boqueirão do Leão (Meia Infância) – 3º lugar

 

PROSA

Caio Wagner Jackisch, Vera Cruz (Aprendizagem promovendo o futuro)

Daiane Aparecida Camargo França, Boqueirão do Leão (Jovens e Oportunidades)

Elaine Borges Trindade, Boqueirão do Leão (Visão ampliada de um mundo melhor)

Elisângela Inês de Carvalho, Vera Cruz (A força da aprendizagem)

Lavínia Elisa Adiers Menke, Vera Cruz (Jovem Aprendiz: o futuro do país)

 

IMAGEM

Gabriela Züge Rückert, Cerro Branco (Para muitos a escolha nem sempre é uma opção)

Lenice Foesch, Vale do Sol (Os olhos são o espelho da alma)

Letícia Barbosa Borges, Vale do Sol (Infância e Estudo)

Myke David Hermes, Vera Cruz (O menino com o futuro a sonhar)

Rafaela Eliana da Silva, Vale do Sol (Eu Sou Capaz)

SOBRE O INSTITUTO CRESCER LEGAL – Desde que foi lançado, em 2015, o Instituto formou 204 jovens no curso “Empreendedorismo em Agricultura Polivalente – Gestão Rural” do Programa de Aprendizagem Profissional Rural. Em 2019, mais de 130 meninos e meninas entre 14 e 17 anos, de sete municípios gaúchos, foram contratados via Lei da Aprendizagem. Diferente do que acontece na cidade, ao invés de trabalharem na empresa contratante, se reúnem diariamente no contraturno escolar para falar sobre e vivenciar práticas de gestão rural e empreendedorismo. Sete novas turmas estão previstas para 2020 na região de Santa Cruz do Sul e no Sul do RS. Iniciativa do Sindicato Interestadual da Indústria do Tabaco (SindiTabaco) e suas empresas associadas, o Instituto Crescer Legal tomou forma com o apoio e adesão de pessoas envolvidas com a educação e com o combate ao trabalho infantil, em especial em áreas com plantio de tabaco, na Região Sul do País. A meta: oferecer subsídios para que o jovem permaneça e se desenvolva no meio rural e, ao mesmo tempo, combater o trabalho infantil no campo. Saiba mais: www.crescerlegal.com.br

 

Fotos: Divulgação

Contato com a imprensa:

Loader