Voltar

Recesso escolar? Não no Instituto Crescer Legal!

02.08.2019

Agosto 2019 – O período conhecido como férias de inverno na escola é no Instituto Crescer Legal momento de muitas atividades como visitas domiciliares, viagens de estudos e formação para os educadores sociais. Nos últimos dias, os cerca de 130 jovens que participam do Programa de Aprendizagem Profissional Rural realizaram visita ao Museu de Ciências e Tecnologia da PUCRS.

Localizado em Porto Alegre, o museu conta com centenas de experiências científicas interessantes e abriga um vasto acervo de fósseis, espécimes representantes da biodiversidade e peças provenientes de escavações arqueológicas, que são objeto de pesquisa de mestrandos e doutorandos provenientes de várias partes do mundo.

“Para muitos desses jovens essa é uma experiência única. Muitos deles nunca saíram de suas localidades de origem. Colocá-los em contato com um ambiente de inovação e interatividade é muito gratificante e faz parte do processo de formação e transformação de ideias”, afirma a coordenadora Pedagógica Cristiana Rehbein, que acompanhou as saídas.

Além das viagens de estudo, mais jovens receberam visitas domiciliares da equipe pedagógica do Instituto nas últimas semanas. Em 2019, até o momento, já foram percorridos mais de dois mil quilômetros para visitar 54 famílias no interior dos sete municípios contemplados com o Programa. “Este é um momento de interação com a família, quando podemos repassar informações importantes e receber retornos. Conhecer a realidade e o contexto familiar do jovem, além dos trajetos que eles fazem diariamente para ir à escola e participar do curso, também são importantes marcadores para a condução de futuras atividades”, afirma Eloisa Klein, coordenadora de Desenvolvimento de Projetos.

O recesso também é sinônimo de formação para os educadores. “Aproveitamos essa parada escolar, em que os aprendizes realizam atividades práticas externas, para reunir a equipe na nossa sede, em Santa Cruz do Sul, para momentos de formação e planejamento de novas atividades com as turmas e interação com as famílias dos nossos jovens”, comenta a gerente do Instituto, Nádia Fengler Solf.

Conforme as escolas sede retornam às aulas, também os jovens retomam as atividades do Instituto no contraturno. Os encontros das turmas de 2019 iniciaram em março e seguem até o final do ano em Boqueirão do Leão, Cerro Branco, Herveiras, Passo do Sobrado, Sinimbu, Vale do Sol e Vera Cruz.

SOBRE O INSTITUTO – Desde que foi lançado, em 2015, o Instituto formou 204 jovens no curso “Empreendedorismo em Agricultura Polivalente – Gestão Rural” do Programa de Aprendizagem Profissional Rural. Em 2019, mais de 130 meninos e meninas entre 14 e 17 anos, de sete municípios gaúchos, foram contratados via Lei da Aprendizagem. Diferente do que acontece na cidade, ao invés de trabalharem na empresa contratante, se reúnem diariamente no contraturno escolar para falar sobre e vivenciar práticas de gestão rural e empreendedorismo. Sete novas turmas estão previstas para 2020 na região de Santa Cruz do Sul e no Sul do RS. Iniciativa do Sindicato Interestadual da Indústria do Tabaco (SindiTabaco) e suas empresas associadas, o Instituto Crescer Legal tomou forma com o apoio e adesão de pessoas envolvidas com a educação e com o combate ao trabalho infantil, em especial em áreas com plantio de tabaco, na Região Sul do País. A meta: oferecer subsídios para que o jovem permaneça e se desenvolva no meio rural e, ao mesmo tempo, combater o trabalho infantil no campo. Saiba mais:www.crescerlegal.com.br

Contato com a imprensa:

Loader