Voltar

Seis anos criando oportunidades para os jovens do campo

20.04.2021

Abril 2021 – Sim, nós podemos! O chamado para um despertar empreendedor já ecoa na vida de centenas de adolescentes do meio rural. História que teve início em 23 de abril de 2015, com a fundação do Instituto Crescer Legal, e que vem se desdobrando com ações inovadoras de valorização do campo, do olhar empreendedor e do respeito ao gênero. A iniciativa do Sindicato Interestadual da Indústria do Tabaco (SindiTabaco) contou com o apoio e adesão de pessoas envolvidas com a educação e com o combate ao trabalho infantil, em especial em áreas produtoras de tabaco, na Região Sul do País. 

Passados os primeiros seis anos, muitos foram os desafios e vitórias. O Programa de Aprendizagem Profissional Rural, responsável por tornar real a presença de jovens aprendizes nas zonas rurais, pode ser considerado uma das ações mais inovadoras no combate ao trabalho infantil e na qualificação dos jovens da agricultura familiar. 

“Os adolescentes são contratados como jovens aprendizes, mas não realizam atividades laborais como ocorre com os aprendizes nas cidades. Eles são contratados pelas empresas de tabaco para frequentarem o curso de empreendedorismo e gestão rural. A formação é feita por educadores do Instituto em instituições de ensino parceiras, localizadas em comunidades rurais. Assim, os jovens continuam vivendo com suas famílias, frequentando o ensino regular e, no contraturno, participam de atividades próprias a sua idade e voltadas à realidade do campo”, explica a gerente do Instituto, Nádia Fengler Solf.  

Em seis anos, o Programa de Aprendizagem já beneficiou 474 jovens de 11 municípios gaúchos. Mesmo diante dos desafios impostos pela pandemia, o Instituto Crescer Legal, com o apoio imprescindível de suas associadas, manteve os contratos de 141 jovens em 2020. Em 2021, 135 adolescentes participam do Programa, oriundos de sete municípios gaúchos: Boqueirão do Leão, Canguçu, Cerro Branco, Herveiras, Passo do Sobrado, Santa Cruz do Sul e Sinimbu. 

“O combate ao trabalho infantil pauta o setor do tabaco há pelo menos duas décadas e o Instituto foi uma das soluções que encontramos para oportunizar aos filhos de produtores uma oportunidade de qualificação integrada à vida escolar. Ao enfrentarmos o problema, conseguimos vislumbrar soluções possíveis e que trazem ainda mais valor ao agronegócio, por meio do espírito empreendedor”, avalia o presidente do Instituto Crescer Legal, Iro Schünke.  

Recentemente, o Programa de Aprendizagem Profissional Rural foi homenageado na 17ª edição do Prêmio Innovare. Das 189 práticas de todo país inscritas na categoria Justiça e Cidadania, o programa do Instituto ficou entre as duas finalistas. “É o reconhecimento de um trabalho que conta com o apoio de muitas pessoas e que temos certeza que trará ainda bons frutos para o meio rural”, comemora Schünke. 

Henrique Teichmann, egresso do Programa de Aprendizagem Profissional Rural, avalia que a experiência foi transformadora. “Passei a ver o mundo de forma diferente, um mundo de oportunidades. Aprendi a ser mais responsável e a colocar em prática projetos de vida que imaginava não serem possíveis realizar”, enfatiza. 

Além do programa voltado aos jovens aprendizes, o Instituto também promove desde 2017 o programa “Nós por Elas – A voz feminina do campo”, com a participação de egressas do Programa de Aprendizagem. A ação visa capacitar jovens rurais em comunicação através da produção de programas de rádio, com promoção da reflexão sobre a questão de gênero e temas sensíveis à realidade feminina no campo. E, desde 2020, a entidade atua junto a professores das escolas do campo do município de Canguçu, abordando as Boas Práticas de Empreendedorismo para a Educação. 

Para Camila dos Santos, egressa do Programa de Aprendizagem Profissional Rural e participante do Programa Nós por Elas, o grande diferencial do Instituto está nas oportunidades. “O Instituto abriu portas para diversas oportunidades que me trouxeram grandes aprendizados, como valorizar e empreender no lugar em que vivo, o meio rural.  Também me mostrou que o mais importante é dar o primeiro passo e que precisamos ser protagonistas dos nossos sonhos”, avalia. 

Saiba mais: www.crescerlegal.com.br 

+ fotos: https://lion.box.com/s/xyaqiupycis7xwx2ycdu19kle68jfeto 

Fotos: Junio Nunes

Contato com a imprensa:

Loader