Voltar

Tem voz feminina no campo

31.10.2019

Outubro 2019 – Oito meninas do meio rural foram certificadas pelo Instituto Crescer Legal e pela Universidade de Santa Cruz do Sul (Unisc) na manhã desta quinta-feira, 31 de outubro, pela participação no programa Nós por Elas – A voz feminina do campo. Durante três meses, elas saíram das suas localidades rurais e foram para a Unisc, onde participaram de capacitações em sala de aula e nos laboratórios dos Cursos de Comunicação Social. Foram 256 horas de pesquisas sobre temas relacionados às mulheres e jovens do campo, história do rádio, conceitos e técnicas de radiojornalismo, estrutura da notícia, produção de textos e roteiros.

A edição de 2019 do Nós por Elas contou com a participação de jovens dos municípios gaúchos de Vale do Sol, Boqueirão do Leão, Santa Cruz do Sul e Vera Cruz. Com idades entre 16 e 19 anos, elas produziram boletins de rádio sobre temas como liderança e empreendedorismo feminino, mulheres e a educação, autonomia e documentação. As versões de três e cinco minutos exaltam o papel e o protagonismo da mulher no meio rural e foram veiculadas em programações de rádio de entidades parceiras do Instituto.  Ouça os boletins produzidos

A entrega dos certificados foi feita pelo diretor presidente do Instituto Crescer Legal, Iro Schünke, pela reitora da Unisc, Carmen Lúcia Helfer, pela gerente do Instituto, Nádia Fengler Solf, e pelo coordenador do curso de Comunicação Social da Unisc, Leonel Aires.

“Quando iniciamos nossa jornada com o Instituto, em 2015, tínhamos a expectativa de desenvolver os jovens e as parcerias são fundamentais nesse sentido. A academia, nesse caso, tem o conhecimento e as ferramentas certas para a capacitação acontecer. Certamente foi uma ótima experiência para nossas egressas”, disse o presidente do Instituto, Iro Schünke, agradecendo as parcerias firmadas para que o programa pudesse acontecer.

“Esse é um momento muito especial. Agradecemos por fazer parte dessa iniciativa e fico honrada de estar aqui participando como fundadora do Instituto. E hoje vemos que essa é uma bela experiência de aprendizagem e valorização da meninada do campo. Ouvir as meninas falando sobre o seu crescimento e as competências construídas nesse percurso realmente emociona”, comentou a reitora da UNISC, Carmen Lúcia Helfer, destacando ainda a importância do tema empoderamento feminino, especialmente no campo. “O nome do programa, Nós Por Elas, é muito significativo: são vocês por todas. E vocês representam todas aquelas que ainda não puderam alçar novos voos”, completou.

A educadora que acompanhou as jovens, Maria da Graça Vieira, classificou a experiência como muito gratificante. “Foi uma experiência singular. Consegui neste processo perceber o desenvolvimento das meninas e também a satisfação delas em contribuir para a valorização da mulher rural por meio dos boletins de rádio”, disse Maria da Graça.

Para a jovem Franciele Tornquist, de Vila Progresso, em Vera Cruz, o programa foi uma experiência única. “Pra mim mudou muita coisa, aprendi a me comunicar melhor, a falar no momento certo. Nunca antes havia entrado em um estúdio de rádio, foi um misto de alegria e ansiedade”, comenta Franciele.

Para Camila dos Santos, de Alto Castelhano, em Vale do Sol, foi uma grande experiência. “Estou muito feliz em ter abraçado mais essa oportunidade. O programa envolve muita responsabilidade, pois temos a chance de levar informação para a mulher do campo, mostrar que elas podem ser independentes, empoderadas e lutar pelos seus sonhos”, destacou a jovem que também se diz mais segura e preparada para falar em público.

SAIBA MAIS – Direcionado a jovens egressas do Programa de Aprendizagem Profissional Rural, o programa Nós Por Elas está em sua terceira edição. Para viabilizar a participação das meninas, elas recebem bolsas de estudo do Instituto Crescer Legal e apoio logístico para deslocamento ao campus. O trabalho foi mediado pela educadora do Instituto, Maria da Graça, e contou ainda com profissionais da área de comunicação da UNISC que auxiliaram na gravação e edição dos programas de rádio sobre temas relacionados ao universo feminino no campo.

Participantes do programa Nós Por Elas 2019

Nome completo

Localidade

Município

Idade

Camila dos Santos Alto Castelhano Vale do Sol

19

Eduarda Caroline Bohrz de Oliveira Linha Sítio Vera Cruz

17

Erica Gabriela Oliveira Riss Linha Sítio Vera Cruz

18

Esthefani Rodrigues da Silva Linha Alto Castelhano Vale do Sol

16

Fernanda Lais Hauth Boa Vista Santa Cruz do Sul

18

Franciele Melyza Tornquist Vila Progresso Vera Cruz

18

Isabela Beatriz Müller Schwengber Boa Vista Santa Cruz do Sul

17

Kely Zanus São Roque Boqueirão do Leão

17

 

SOBRE O INSTITUTO CRESCER LEGAL – Desde que foi lançado, em 2015, o Instituto formou 204 jovens no curso “Empreendedorismo em Agricultura Polivalente – Gestão Rural” do Programa de Aprendizagem Profissional Rural. Em 2019, mais de 130 meninos e meninas entre 14 e 17 anos, de sete municípios gaúchos, foram contratados via Lei da Aprendizagem. Diferente do que acontece na cidade, ao invés de trabalharem na empresa contratante, se reúnem diariamente no contraturno escolar para falar sobre e vivenciar práticas de gestão rural e empreendedorismo. Sete novas turmas estão previstas para 2020 na região de Santa Cruz do Sul e no Sul do RS. Iniciativa do Sindicato Interestadual da Indústria do Tabaco (SindiTabaco) e suas empresas associadas, o Instituto Crescer Legal tomou forma com o apoio e adesão de pessoas envolvidas com a educação e com o combate ao trabalho infantil, em especial em áreas com plantio de tabaco, na Região Sul do País. A meta: oferecer subsídios para que o jovem permaneça e se desenvolva no meio rural e, ao mesmo tempo, combater o trabalho infantil no campo. Saiba mais: www.crescerlegal.com.br

Mais fotos em alta resolução para download em:

https://lion.box.com/s/2hpgklxkh3ztxs04avp5sl4opswk4ytg

Crédito: Junio Nunes

Contato com a imprensa:

Loader