Ar puro e canto dos pássaros

01/02/2022

“Ser aprendiz do Instituto Crescer Legal foi uma experiência muito boa porque tive vários conhecimentos sobre gestão e empreendedorismo rural e aprendi muitas coisas que até então eu não sabia. Também desenvolvi a habilidade de trabalhar em grupo e dominar a inibição, pois antes eu era muito tímido na hora de me expressar. Além disso, durante do curso do Programa de Aprendizagem, eu fui incentivado a ver de um novo jeito a vida rural e comecei a valorizar mais o trabalho da minha família e a minha comunidade. Acho muito bom viver no campo. Temos ar puro e o canto dos pássaros todos os dias, o que é muito bom. E agora percebi que existem possibilidades de ganhar dinheiro com atividades rurais, se a pessoa trabalhar e tomar decisões pensando em fazer boa administração do seu trabalho. No meu caso, depois de dois anos como jovem aprendiz, continuo estudando e, apesar de estar mais maduro do que antes, ainda não sei o que quero fazer do futuro. Mas penso em estudar e dar uma vida melhor para os meus pais. Então, qualquer decisão que eu tomar vai ser pensando nesse objetivo de facilitar o futuro da minha família.”

Kauã da Silva Farias, 17 anos, foi jovem aprendiz em 2020 e 2021 do Programa de Aprendizagem Profissional Rural do Instituto Crescer Legal em Passo do Sobrado (RS).

Voltar

Últimas Histórias

02/06/2022
Trabalho que deve ser valorizado

Fui aprendiz do Instituto Crescer Legal por dois anos, sendo um grande período durante a pandemia.

LEIA MAIS
02/06/2022
Quando enxergam sua importância

No dia 4 de agosto de 2021 assumi minha atual função como auxiliar administrativo do Instituto Crescer Legal.

LEIA MAIS
02/06/2022
Meta: ser pecuarista

Aos 14 anos, eu já tinha carteira de trabalho e ela estava assinada como jovem aprendiz.

LEIA MAIS