De aprendiz a educadora

14/06/2024

Educadora Vanessa Beise
@vanessabeisee

 

De aprendiz a educadora

 

“Para mim, ser educadora do Instituto Crescer Legal está sendo um sonho realizado. Tenho muito orgulho da minha trajetória junto ao Instituto, pois fui aprendiz rural em 2016 e os aprendizados mudaram o rumo do meu futuro, me levaram para a formação em Educação no Campo e hoje faço parte da equipe de educadores. O curso de aprendizagem mudou a visão que eu tinha em relação ao campo, que antes era totalmente distorcida e atualmente não me vejo vivendo em outro lugar. Também foi enriquecedora a troca de experiências no grupo e o conhecimento de outras realidades vividas pelos colegas.
Entre os tantos acontecimentos da época de aprendiz rural está a abertura para a participação comunitária. Junto com amigas de localidades vizinhas, pensamos em criar um grupo de jovens de Passa Sete e Linha do Rio. Já na primeira reunião, compareceram dezenas de jovens e surgiu o grupo Unidos pela Ponte, que atualmente só cresce, e se tornou uma grande família. O grupo une a força dos jovens rurais e a diretoria sempre foi composta por jovens muito ativos nessas localidades. Atualmente, o presidente é um egresso do Instituto, Renan Denis de Moura.
Sempre fui orientada pelos meus pais a buscar o caminho dos estudos, pois eles não tiveram a oportunidade e faziam de tudo para que eu e minha irmã conseguíssemos estudar. Quando surgiu a chance do curso de Educação do Campo na Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), fomos muito incentivados no curso. Foi aí que fizemos o processo seletivo e uma colega e eu fomos aprovadas. Foi tudo muito mágico, era como se tudo se encaixasse, como se eu precisasse do curso do Crescer Legal para abrir meus olhos e, logo após, surgiu a oportunidade da faculdade que abrangia exatamente o mesmo assunto.
Quando me formei na universidade, nasceu em mim o sonho de ser educadora social do Instituto. Desde o princípio, quando me apaixonei pelo trabalho realizado, tão humano, que envolve tanto sentimento, eu vi que ali era meu lugar, eu só não sabia quando que isso iria acontecer. Tem uma frase que diz que tudo vem no tempo certo. E foi assim que aconteceu, mais uma vez me mostrando o quanto tudo tem um propósito. Abriu uma vaga para educadora no município de Vera Cruz, que fica relativamente perto de onde eu moro e, após várias etapas de seleção, quando fui chamada, demorei horas a acreditar, era mais um sonho se realizando e muito mais rápido que eu imaginava.”

Vanessa Beise, educadora social do Programa de Aprendizagem Profissional Rural do Instituto Crescer Legal. Foi jovem aprendiz da primeira turma do Instituto, em Candelária (RS), em 2016, e é formada em Educação do Campo, pela Universidade Federal de Santa Maria (UFSM).

Voltar

Últimas Histórias

09/07/2024
Atuação humanitária

“Moramos alguns anos em Agudo e o Rio Grande do Sul tem meu coração, pois foi o lugar onde deixei de ser criança e amadureci. Mas, depois do falecimento do meu padrasto e de terminar o curso de Empreendedorismo e Gestão Rural, eu e minha mãe voltamos para Florianópolis, onde vivem nossos familiares [...]"

LEIA MAIS
09/07/2024
Experiência inovadora

“Minha experiência junto ao Instituto Crescer Legal está sendo inovadora, fugindo do que era minha atuação profissional como assistente social. O convívio com os aprendizes e a identificação com suas realidades têm sido inspiradores [...]"

LEIA MAIS
09/07/2024
No local e no global

“Mesmo vivendo no interior de São Lourenço do Sul, trabalho como suporte de TI para uma multinacional e diariamente atendo clientes na Alemanha. Minha trajetória até a atuação profissional internacional foi baseada no estudo formal na escola e universidade e na valorização da cultura do nosso interior[...]"

LEIA MAIS