Mulheres no agro

09/03/2022

“Ao realizar pesquisas relacionadas ao plano de estudos do curso de gestão e empreendedorismo, vi que, muitas vezes, as mulheres do campo são deixadas de lado, pelo fato de o gênero oposto não acreditar no potencial feminino. Percebi que era o momento de investir, mostrando a atitude da mulher no meio rural, e levar adiante o meu projeto de profissão futura de ser uma orientadora agrícola e continuar atuando no agro. E, dentro desse planejamento profissional, depois do curso de gestão e empreendedorismo, já estou estudando na Escola Família Agrícola.

Como aprendiz do Instituto Crescer Legal, obtive novos conhecimentos e me aprofundei em alguns temas, percebendo as potencialidades da atividade da família e como eu poderia contribuir para melhorar. Também vi que o campo e a cidade se complementam, ou seja, não há campo sem a cidade e não há cidade sem o campo. Além de tudo, ter sido uma aprendiz fez com que eu pensasse nos meus atos de como colocaria os planos em prática, percebesse a importância do planejamento financeiro e trouxe a certeza do que eu queria para meu futuro.

Entre os muitos pontos positivos do curso de aprendizagem está o entrosamento com as famílias dos aprendizes. Diversas atividades propostas deveriam ser desenvolvidas com o apoio da família, o que fortaleceu ainda mais nossa relação em casa, fazendo com que em muitos momentos oportunos, conversássemos sobre planos para desenvolver na propriedade. Outros temas interessantes foram o autoconhecimento, o conhecimento da propriedade e a produção da agricultura cultivada. Eu observei a qualidade do solo, as culturas e também vi formas para semear, luas adequadas, e formas de plantio. Uma prática que chamou muita atenção foi a do plantio de sementes nas quatro fases da lua e a percepção da influência da lua na qualidade e desenvolvimento das plantas.”

Daniela Cristina Scherer Eifert, 16 anos, foi jovem aprendiz em 2020 e 2021 do Programa de Aprendizagem Profissional Rural do Instituto Crescer Legal em Herveiras (RS).

Voltar

Últimas Histórias

02/06/2022
Trabalho que deve ser valorizado

Fui aprendiz do Instituto Crescer Legal por dois anos, sendo um grande período durante a pandemia.

LEIA MAIS
02/06/2022
Quando enxergam sua importância

No dia 4 de agosto de 2021 assumi minha atual função como auxiliar administrativo do Instituto Crescer Legal.

LEIA MAIS
02/06/2022
Meta: ser pecuarista

Aos 14 anos, eu já tinha carteira de trabalho e ela estava assinada como jovem aprendiz.

LEIA MAIS