Para agregar renda

05/09/2023

“Em breve, eu e meus pais começaremos a construção de um aviário, que será focado no bem-estar animal e servirá para a produção de ovos caipiras, sendo uma nova fonte de renda para a família, atualmente produtora de tabaco e de alimentos em pequena escala. A implantação do aviário será financiada com os recursos do Prêmio Jovem Empreendedor Rural, da JTI, para o qual inscrevi o meu projeto de diversificação e fui um dos ganhadores.

Após o aviário pronto, começarei com 50 galinhas poedeiras e pretendo aumentar a produção gradativamente até chegar a 300 aves. O aviário servirá também para a produção de fertilizantes para as lavouras, pois os dejetos das galinhas serão usados para fertilizar as pastagens e áreas de cultivo. Acho muito importante termos mais de uma fonte de renda e, também, planejarmos a propriedade para que seja sempre lucrativa, usando os recursos disponíveis de forma eficiente.

Eu penso em seguir na atividade rural trabalhando junto com meu pais para que, futuramente, possamos fazer a sucessão da propriedade. Percebo que existem muitas oportunidades para os jovens do campo, basta fazer bons planejamentos. E a iniciação de como gerenciar e empreender me foi proporcionada pelo Instituto Crescer Legal durante minha experiência como aprendiz. E agora, como egresso, estou tendo também oportunidades muito especiais como a premiação do Empreendedores Rurais e outras atividades de convivência, como a de representar o Instituto na Expointer.”

Iago Samuel Steyding, 18 anos, foi jovem aprendiz em 2022 do Programa de Aprendizagem Profissional Rural do Instituto Crescer Legal em Paraíso do Sul (RS).

Voltar

Últimas Histórias

14/06/2024
O agro é tudo

“Com a certeza de que é possível prosperar no agro, faço planos de construir minha vida com base na atividade rural. Acho que o setor rural seguirá sendo fundamental daqui a 10, 20 anos e muito mais tempo, pois o agro é tudo. Atualmente estou no terceiro ano do ensino médio e pretendo seguir estudando, possivelmente em uma faculdade ligada ao ramo da agricultura.[...]"

LEIA MAIS
14/06/2024
A opção é pela produção rural

“Depois de completar 18 anos, decidi seguir no meio rural, na mesma atividade dos meus pais, que é a produção do tabaco e milho. Aqui temos uma vida calma e pretendo continuar no ramo do agro também porque, com as tecnologias e a valorização dos produtos, tem sido bem mais fácil progredir no campo.[...]"

LEIA MAIS
14/06/2024
De aprendiz a educadora

Educadora Vanessa Beise @vanessabeisee   De aprendiz a educadora   “Para mim, ser educadora do Instituto Crescer Legal está sendo um sonho realizado. Tenho muito orgulho da minha trajetória junto ao Instituto, pois fui aprendiz rural em 2016 e os aprendizados mudaram o rumo do meu futuro, me levaram para a formação em Educação no […]

LEIA MAIS