Quando enxergam sua importância

02/06/2022

“No dia 4 de agosto de 2021 assumi minha atual função como auxiliar administrativo do Instituto Crescer Legal. Nos últimos 10 meses aprendi muito mais do que contagem de estoque, efetuação de orçamentos e organização dos espaços. Foi devido ao contato diário com os jovens, via whatsapp e pessoalmente nas viagens pedagógicas e eventos dos quais tive a oportunidade de participar, que ampliei minha percepção de quem são e como aproveitam as oportunidades que lhes são ofertadas. Sinto-me um pouco como eles e, ao mesmo tempo, sei que também acabo sendo exemplo e referência, já que possuímos a mesma faixa etária de idade e também é meu primeiro emprego. Em cada comunicação com os jovens, com os educadores e com a equipe administrativa, pude observar o impacto positivo das ações do Instituto em suas vidas. E esses benefícios vão além do período de 10 meses do curso de Empreendedorismo em Agricultura Polivalente – Gestão Rural. Pois seguem após finalizá-lo, tanto pelas oportunidades complementares, como pelo despertar da autoestima e dos aprendizados para o futuro. Percebo o quanto os jovens começam a se valorizar mais, a valorizar as coisas que possuem e o meio onde vivem. Por mais dificuldades que encontrem, eles se tornam capazes de fazer tudo aquilo que almejam, pois passam a se empenhar muito mais a partir do momento em que enxergam que são importantes e que fazem a diferença. E isso tudo, graças às ações do Instituto, que buscam em cada jovem a sua autenticidade e mostrar as oportunidades que eles têm.”

Beatriz Hoesker, 19 anos, é Auxiliar Administrativo no Instituto Crescer Legal desde agosto de 2021.

Voltar

Últimas Histórias

02/06/2022
Trabalho que deve ser valorizado

Fui aprendiz do Instituto Crescer Legal por dois anos, sendo um grande período durante a pandemia.

LEIA MAIS
02/06/2022
Meta: ser pecuarista

Aos 14 anos, eu já tinha carteira de trabalho e ela estava assinada como jovem aprendiz.

LEIA MAIS
12/05/2022
Primeiros passos

Atualmente trabalho como auxiliar em uma padaria e estou no meu segundo emprego com carteira assinada.

LEIA MAIS