Voltar

Jovens aprendizes rurais são apresentados em São Lourenço do Sul e Canguçu

19.04.2023

Abril 2023 – Próximo de completar oito anos de fundação neste sábado, 23 de abril, o Instituto Crescer Legal concluiu nesta semana a apresentação das turmas de jovens aprendizes rurais gaúchos com eventos realizados em Canguçu e São Lourenço do Sul. Em São Lourenço do Sul, o evento foi realizado na terça-feira, 18 de abril, na Comunidade São João de Campos Quevedos. Já em Canguçu, a atividade aconteceu na sede da AABB, nesta quarta-feira, 19. Na oportunidade, os participantes entre 14 e 17 anos receberam o crachá do curso de Gestão Rural e Empreendedorismo do Programa de Aprendizagem Profissional Rural. 

Com um formato inovador na aplicação da Lei da Aprendizagem, o Instituto Crescer Legal utiliza cotas de suas associadas, indústrias do setor do tabaco, para contratar adolescentes que não vão trabalhar nas empresas, mas permanecem em suas comunidades e, no contraturno escolar, participam do curso de Gestão Rural e Empreendedorismo. Com um total de 800 horas remuneradas (20 horas semanais), o curso iniciou em março e segue até o mês de dezembro com atividades teóricas e práticas concomitantes conduzidas pelo Instituto. 

Para o diretor presidente do Instituto, Iro Schünke, o crachá simboliza muito mais que uma oportunidade de qualificação e de renda. “Este é um momento de firmar com os jovens um compromisso de aceite dessa oportunidade, para que a aproveitem da melhor maneira possível. Nesses anos à frente do Instituto pude ver a evolução de muitas histórias e presenciar o desenvolvimento pessoal dos participantes. E essa é a grande expectativa para essas novas turmas de 2023”, comenta Iro Schünke, diretor presidente do Instituto. 

Em 2023, as turmas abrangem os municípios gaúchos de Agudo, Canguçu, Novo Cabrais, Progresso, Rio Pardo e São Lourenço do Sul, além de Itaiópolis (SC). Nestes locais, o Instituto conta com a parceria do executivo municipal que oferece o espaço para a realização das atividades, alimentação e logística de transporte diário para viabilizar o atendimento dos adolescentes nas comunidades onde vivem. 

“Para nós, aqui em São Lourenço, o Instituto Crescer Legal traz uma contribuição no desenvolvimento e na forma de agir das famílias do campo. Essas orientações auxiliam no conhecimento e na capacidade de investir de uma forma correta, através do desenvolvimento de projetos para a própria propriedade. Sermos parceiros, juntamente com as empresas que investem no Instituto, nos faz sentir que estamos cumprindo o dever de desenvolver a nossa sociedade e o Instituto faz com que esses alunos tenham um futuro melhor pela frente, com certeza”, comenta o prefeito de São Lourenço do Sul, Rudinei Härter. 

“Sabemos o quanto o município de Canguçu avançou ao longo do tempo e a cadeia produtiva do tabaco teve uma grande importância nesta evolução. Temos ainda, na área da educação, muitos desafios a serem vencidos e precisamos seguir criando oportunidades para que nossos adolescentes estejam melhor preparados no enfrentamento de uma série de situações que a vida impõe. Agradecemos mais uma vez pela oportunidade de estarmos sediando a quarta turma deste importante programa de qualificação e temos certeza de que, ali na frente, vamos colher os resultados deste trabalho”, ponderou o prefeito de Canguçu, Vinicius Pegoraro, que também é o presidente da Associação dos Municípios Produtores de Tabaco (Amprotabaco). 

CANGUÇU 

Local: Escola Municipal de Ensino Fundamental Presidente Castelo Branco 

Educador de referência: Ana Beatriz Devantier Henzel 

Jovens aprendizes rurais: Adriana Raatz Blank, Alison Valadão Kurts, Brendha Volz Domingues, Caroline Valadão de Souza, Diuly Caroline Leal Strieder, Douglas Galvão dos Santos, Eduarda Domingues Leal, Eduarda Ferreira da Cunha, Gabriela Neitzke Knaback, Gisléia Nornberg Raatz, Khiuane de Lima Wrague, Larissa Gutkenecht Quintana, Leonardo Leal Einhardt, Lucas Techtenhagen dos Santos, Michele Valadão de Moraes, Raissa Dias Elert, Roger da Silva Govea, Veridiana Megiatto da Silva, Wendel Buchweitz da Rosa, Wendel Elert e Yasmin da Silva Dutra. 

SÃO LOURENÇO DO SUL 

Local: Escola Municipal de Ensino Fundamental Martinho Lutero 

Educador de referência: Adriano Emmel 

Jovens aprendizes rurais: Alan Patrick Ramson, Betânia Letícia Raatz, Carla Andriele Nörnberg Pagel, Cristiano Priebe Zundler, Cristine Rafaela Nörnberg Wolter, Estephany Timm Treptow, Geremias Leite Rodrigues, Helén Raatz, Helena Behling Schmechel, Janaina Berwaldt, Janice Bork Iéque, Jenifer Klumb Vahl, Josemir Gabriel Pinz Blank, Kétlyn da Silva, Leonardo Radtke, Rafaela Ferreira, Reslei Rodrigues, Robson dos Santos, Sthefani Raqueli Strelow, Tailana Hall Malue, Tiago Quevedo Rodrigues e Vitor Matheus Brauch Lilge. 

SAIBA MAIS – Iniciativa do Sindicato Interestadual da Indústria do Tabaco (SindiTabaco) e suas empresas associadas, o Instituto Crescer Legal foi fundado em 23 de abril de 2015. Com a validação do Ministério do Trabalho, construída por meio do engajamento ao Fórum Gaúcho de Aprendizagem Profissional, o inovador método do Programa de Aprendizagem Profissional Rural alia educação profissional e renda. Desde que foi implementado, em 2016, o Programa de Aprendizagem Profissional Rural já abrangeu 15 municípios gaúchos, totalizando 40 turmas e 741 jovens aprendizes rurais certificados. O Instituto também promove outros programas voltados a egressos e à educação empreendedora. Saiba mais em: www.crescerlegal.com.br 

Fotos: Junio Nunes

Contato com a imprensa:

AND,ALL

Loader