Voltar

O futuro do campo: jovens aprendizes são apresentados pelo Instituto Crescer Legal

05.05.2022

Maio 2022 – O dia do campo, celebrado em maio, levanta questionamentos como “qual será o futuro do campo?”. O futuro pode ser incerto, mas o Instituto Crescer Legal faz a sua parte ao implementar, desde 2015, uma série de iniciativas inovadoras que visam gerar novas oportunidades aos jovens e combater o trabalho infantil. 

Nesta quinta-feira, 05 de maio, celebrou uma delas: o Programa de Aprendizagem Profissional Rural. O evento, realizado em Progresso, encerrou uma série de sete encontros entre os jovens aprendizes das novas turmas, a diretoria do Instituto, familiares e parceiros do Programa. Ao todo, sete municípios sediam as atividades do programa em 2022, contemplando 155 jovens aprendizes. São eles: Canguçu, Cerro Branco, Paraíso do Sul, Passo do Sobrado, Progresso, Rio Pardo e São Lourenço do Sul. 

Em Progresso, as atividades são conduzidas pela educadora Débora Berghahnn, que já atua há cinco anos com a metodologia do programa, na Escola Municipal de Ensino Fundamental Luiz Gonzaga. “O Instituto Crescer Legal é uma oportunidade única e privilegiada. Vim de uma realidade parecida dos jovens que estão conosco hoje. Na oitava série já pensava qual seria o futuro que deveria tomar, mas para ter uma oportunidade, precisei sair da minha comunidade. Hoje os jovens têm essa oportunidade nas localidades onde vivem, o que é um grande diferencial. Deixo a mensagem de que esse é o início da caminhada para o futuro, então, aproveitem bem”, disse a educadora que fez a entrega simbólica do crachá aos jovens. 

Mas o que esse crachá simboliza? Muitas vezes a primeira renda, a carteira assinada, a primeira gestão de recursos próprios na vida financeira desses jovens. Os 22 jovens participantes em Progresso foram contratados por associadas do Instituto Crescer Legal e recebem salário proporcional a 20 horas semanais para participarem do curso de gestão e empreendedorismo, no contraturno escolar, com atividades teóricas e práticas que totalizam 800 horas. 

As atividades são realizadas nas escolas ou em sedes cedidas pelas prefeituras parceiras que também auxiliam com a alimentação e logística de transporte diário para viabilizar o atendimento dos adolescentes. “Em nome do nosso município quero agradecer a escolha por Progresso para sediar o curso de gestão rural e empreendedorismo. Sei o quanto é importante para os jovens e o salário é só uma parte disso. A qualificação dos jovens é o primeiro passo para que possam estar aptos a aproveitarem as oportunidades que terão na vida”, comentou o prefeito de Progresso, Paulo Gilberto Schmitt. 

Iniciativa do Sindicato Interestadual da Indústria do Tabaco (SindiTabaco) e suas empresas associadas no Brasil, o Instituto Crescer Legal já conta com dois reconhecimentos nacionais pela inovação e pioneirismo em oferecer oportunidades para os jovens rurais. Com a validação do Ministério do Trabalho, o Programa de Aprendizagem Profissional Rural já certificou, desde 2016, 596 jovens rurais do Rio Grande do Sul, na região Sul do Brasil, e é considerado pioneiro por proporcionar uma forma inovadora de aplicação da Lei de Aprendizagem em favor dos jovens do campo.  

“Inovamos ao buscar um caminho que até então não era trilhado no Brasil. Plantamos uma semente em 2015, com a fundação do Instituto, e já percebemos os frutos, mas a colheita promete aumentar. Estamos muito felizes com os resultados até aqui, mas temos a certeza que há ainda muito a ser feito. Os jovens do campo precisam de oportunidades. E se eles são o futuro, do campo ou da cidade, é neles que devemos investir”, afirmou Schünke. 

Fotos: Junio Nunes 

Contato com a imprensa:

Loader