Voltar

Programa de Boas Práticas de Empreendedorismo para a Educação tem duas novas turmas

30.03.2023

Abril 2023 – Com o objetivo de compartilhar com profissionais da educação caminhos para desenvolverem atividades que despertem o empreendedorismo, o Instituto Crescer Legal deu início nesta semana a mais duas turmas do Programa de Boas Práticas de Empreendedorismo para a Educação, nos municípios gaúchos de Rio Pardo e São Lourenço do Sul. 

Nos próximos meses, 26 professores de 12 escolas rurais destes municípios se reunirão mensalmente para conhecer as ferramentas metodológicas testadas e aprovadas pela equipe pedagógica do Instituto. Em Rio Pardo, o primeiro encontro foi realizado no dia 29 de março, com a participação de 12 professores de seis escolas. Já em São Lourenço do Sul, a atividade inaugural do programa ocorreu nesta quinta-feira, 30 de março, e contou com a participação de 14 professores de seis escolas. 

“Em sua proposta de trabalho com os adolescentes, o Instituto, por meio de seus educadores, diagnosticou o quanto o empreendedorismo ocupa um espaço importante na formação dos jovens. Isso porque através da temática pode-se desenvolver algumas habilidades cada vez mais necessárias na sociedade contemporânea, como: autonomia, capacidade de se adaptar a situações novas e criar soluções”, comenta Adriano Emmel, educador responsável pela turma de São Lourenço do Sul.  

Cada turma terá ao todo seis encontros, momento em que serão trabalhados temas como autoconhecimento e diagnóstico, empatia e comunicação, tecnologia, observação e organização. Além disso, durante todo o período de formação, os professores contam com a assessoria remota dos educadores de referência do programa, viabilizando o planejamento e execução de vivências práticas do empreendedorismo na educação em suas escolas. As atividades desenvolvidas no programa irão culminar na realização da Mostra de Boas Práticas Pedagógicas. O evento deve ser realizado em novembro, com a socialização das atividades desenvolvidas pelos professores ao longo do ano.  

“Nosso trabalho será voltado ao desenvolvimento de aulas ainda mais inovadoras, adaptadas à realidade onde estão inseridos os educandos. Também pretendemos inserir recursos tecnológicos no processo de ensino e aprendizagem e promover o exercício do protagonismo e inovação no espaço escolar”, comenta a educadora Tagiani Brizolla de Moura Goulart, referência da turma de Rio Pardo. 

ESCOLAS PARTICIPANTES 

Rio Pardo: EMEF Manoel Alcides Cunha, EMEF Vereador Rodolfo Iserhard, EMEF Antônio Oliveira Meurer, EMEF Casemiro de Abreu, EMEF Olavo Bilac e EMEF João Maria Corrêa. 

São Lourenço do Sul: Escola Sady Hammes, EMEF Rodolpho Krüger, EMEF Maximiliano Strauss, EMEF Francisco Frömming, EMEF Martinho Lutero e Escola Germano Hübner. 

CRONOGRAMA PEDAGÓGICO 

Março: Eixo I – Autoconhecimento e Diagnóstico 

Maio: Eixo II: Empatia e Comunicação 

Junho: Eixo III – Comunicação 

Agosto: Eixo III – Tecnologia 

Outubro: Eixo VI – observação e organização 

Novembro: Mostra de Boas Práticas 

SOBRE O INSTITUTO – Iniciativa do Sindicato Interestadual da Indústria do Tabaco (SindiTabaco) e suas empresas associadas, o Instituto Crescer Legal tomou forma em 2015 com o apoio e adesão de pessoas envolvidas com a educação e com o combate ao trabalho infantil, em especial em áreas com plantio de tabaco, na Região Sul do País. Desde que foi implementado, em 2016, o Programa de Aprendizagem Profissional Rural já abrangeu 15 municípios gaúchos, totalizando 40 turmas e 741 jovens aprendizes rurais certificados. Por meio do Programa de Boas Práticas em Empreendedorismo para a Educação, o Instituto já certificou 43 professores de 24 escolas do meio rural de Canguçu, entre 2020 e 2022, atingindo milhares de pessoas entre profissionais da educação, estudantes, familiares e a comunidade.  

Saiba mais em: www.crescerlegal.com.br.

Fotos: Divulgação

Contato com a imprensa:

Loader