Voltar

Dia de celebrar o protagonismo da juventude rural

30.11.2022

Dezembro 2022 – O Instituto Crescer Legal promove na próxima quinta-feira, 08 de dezembro, a formatura conjunta das turmas 2022 do Programa de Aprendizagem Profissional Rural. O evento reunirá os 145 jovens das sete turmas do curso de Empreendedorismo e Gestão Rural no Parque da Expoagro, em Rio Pardo (RS). 

“Com essa certificação, chegamos ao marco de 40 turmas de jovens aprendizes, totalizando 741 jovens rurais, de 15 municípios gaúchos, desde 2017. Temos convicção de que estamos fazendo a diferença para todos eles e que estamos também alcançando suas famílias e a comunidade em que vivem”, avalia Iro Schünke, diretor presidente do Instituto. 

O evento inicia às 8h30min, com recepção dos jovens e de autoridades, entidades e empresas parceiras do Instituto. Às 9 horas terá início a cerimônia que poderá ser acompanhada pelo YouTube (https://www.youtube.com/watch?v=uA9wBHc6nfg). A expectativa é de que a formatura reúna mais de 300 pessoas no Pavilhão da Agricultura Familiar, no Parque da Expoagro Afubra, em Rincão Del Rey, Rio Pardo (RS). 

A programação também contemplará a entrega dos certificados às participantes da sexta edição do Programa Nós por Elas – A voz feminina do campo, iniciativa do Instituto em parceria com a Universidade de Santa Cruz do Sul (Unisc). Na parte da tarde, após almoço festivo, os aprendizes terão uma última atividade conjunta no ano, com a participação de egressos de turmas anteriores do Programa de Aprendizagem: o 6º Encontro Regional de Aprendizes Rurais. “Será um momento para compartilhar experiências e expectativas para o futuro”, comenta a gerente do Instituto, Nádia Solf. 

SOBRE O INSTITUTO – Iniciativa do Sindicato Interestadual da Indústria do Tabaco (SindiTabaco) e suas empresas associadas, o Instituto Crescer Legal foi fundado em 23 de abril de 2015. Com a validação do Ministério do Trabalho, o inovador método do Programa de Aprendizagem Profissional Rural alia educação profissional e renda. Os participantes são contratados como jovens aprendizes pelas associadas do Instituto Crescer Legal, recebem salário proporcional a 20 horas semanais, mas ao invés de trabalharem nas empresas, participam do curso de gestão e empreendedorismo no contraturno escolar, com atividades teóricas e práticas concomitantes conduzidas pelo Instituto em suas comunidades. 

Fotos: Junio Nunes

Contato com a imprensa:

Loader