Para multiplicar os peixes

11/01/2023

“Tínhamos, na nossa propriedade, um açude que estava meio abandonado porque uma planta daninha havia proliferado a ponto de tornar impossível a criação de peixes. Então, como projeto de empreendedorismo no curso de aprendizagem do Instituto Crescer Legal, eu fiz o planejamento da recuperação do açude, já que meus familiares tinham essa vontade de retomar e incrementar a produção de peixes. Assim, inicialmente drenamos o local para que as plantinhas secassem, depois contratamos uma draga para reformar as margens e o leito. Após isso, esperamos uns dois meses, enchemos o açude novamente e colocamos 280 alevinos, que estamos alimentando atualmente e pensamos em fazer a despesca no período da Páscoa, para vender os pescados na Semana Santa. E, com o açude em boas condições, poderemos seguir produzindo peixes para consumo da família e para venda.

Eu e minha família gostamos muito do resultado do meu projeto e foi bom ajudar na gestão da propriedade através do estudo, pesquisa e planejamento. Essa capacidade de organização eu adquiri durante o curso como aprendiz, que, para mim, foi uma experiência única e que me fez enxergar o meio rural de outra forma, com novas possibilidades na minha propriedade. Percebi que no campo existem inúmeras oportunidades e que é uma atividade que está evoluindo cada vez mais, com novos recursos, tanto no maquinário quanto nas tecnologias.”

Cauany Vitória Santelmo Silva, 16 anos, foi jovem aprendiz em 2022 do Programa de Aprendizagem Profissional Rural do Instituto Crescer Legal em Passo do Sobrado (RS).

Voltar

Últimas Histórias

14/06/2024
O agro é tudo

“Com a certeza de que é possível prosperar no agro, faço planos de construir minha vida com base na atividade rural. Acho que o setor rural seguirá sendo fundamental daqui a 10, 20 anos e muito mais tempo, pois o agro é tudo. Atualmente estou no terceiro ano do ensino médio e pretendo seguir estudando, possivelmente em uma faculdade ligada ao ramo da agricultura.[...]"

LEIA MAIS
14/06/2024
A opção é pela produção rural

“Depois de completar 18 anos, decidi seguir no meio rural, na mesma atividade dos meus pais, que é a produção do tabaco e milho. Aqui temos uma vida calma e pretendo continuar no ramo do agro também porque, com as tecnologias e a valorização dos produtos, tem sido bem mais fácil progredir no campo.[...]"

LEIA MAIS
14/06/2024
De aprendiz a educadora

Educadora Vanessa Beise @vanessabeisee   De aprendiz a educadora   “Para mim, ser educadora do Instituto Crescer Legal está sendo um sonho realizado. Tenho muito orgulho da minha trajetória junto ao Instituto, pois fui aprendiz rural em 2016 e os aprendizados mudaram o rumo do meu futuro, me levaram para a formação em Educação no […]

LEIA MAIS